Questões sociais


A Terra oferece o bastante para as necessidades de todos, mas não para a ganância de todos. Nós queremos um governo que esteja ao serviço das pessoas e dos animais. Compaixão e sustentabilidade devem ser os guias. Ajuda aos mais pobres e às vítimas da fome e da violência é uma questão de civilização. Os direitos humanos existem para serem cumpridos. Nós queremos uma democracia transparente onde a voz do cidadão é ouvida, os direitos animais são evidentes e onde não vale o direito do mais forte, mas o interesse do mais fraco.

A sociedade que defendemos põe a sustentabilidade e a compaixão acima do lucro econômico a curto prazo. Ela respeita a liberdade e a privacidade de seus habitantes e concede aos cidadãos um papel maior na elaboração das decisões que aos bancos, multinacionais e lobistas. Nós queremos governos que possibilitem tanto às pessoas quanto aos animais uma vida boa e plena.

Relacionado

Os partidos para os animais holandês e português orga­ni­zarão uma confe­rencia mundial para abordar a eco-crise.

No final da semana que vem o Partido para os Animais holandês (PvdD) organizará junto com o partido irmão português Pessoas-Animais-Natureza (PAN) uma conferencia mundial com o título "Eco-Crisis: Turning the Tide" na cidade de Porto. Tema central será a abordagem da crise da biodiversidade. Junto com 14 outros partidos irmãos e 33 ONGs e profissionais de mais que 25 países, os dois partidos quere...