Quem nós somos


O Partido para os Animais é o primeiro partido no mundo que não dá prioridade aos interesses a curto prazo do ser humano, mas cujo tema central é o planeta inteiro com todos os seus habitantes. Esta abordagem é fundamentalmente diferente da dos partidos tradicionais que priorizam os interesses a curto prazo de pessoas e que enfocam principalmente o dinheiro e o crescimento económico sem pensar nas consequências para o ser humano, os animais, a natureza e o meio ambiente. Todo nosso trabalho e todas as nossas soluções focalizam o planeta inteiro. E isto nos faz únicos!

No dia 22 de novembro de 2006 o Partido para os Animais foi elegido para 2 das 150 cadeiras na Câmara dos Deputados. Uma primazia mundial! No dia 15 de março de 2017 o Partido para os Animais obteve cinco cadeiras parlamentares, um aumento de 150 por cento. No meio tempo o partido conta 80 representantes a nível europeu, nacional, regional e local.

Nosso motivo principal é proteger o interesse dos mais fracos contra o suposto direito dos mais fortes. Porque os animais são os mais vulneráveis num mundo focado nos interesses a curto prazo, a vez deles nunca chega, ou chega por último no melhor caso. E isto quando nunca antes na história houve tamanha destruição e abuso dos animais na bio-indústria, nos centros de experimentação animal e na natureza, entre outros. Após a liberação dos escravos e das mulheres e da concessão de direitos às crianças, o próximo passo lógico é levar a serio os interesses dos animais.

No nosso trabalho usamos quatro pontos de partida: a compaixão, a sustentabilidade, a liberdade pessoal, e a responsabilidade pessoal. As mudanças que queremos ver pedem escolhas diferentes, como:

  • nenhum mega-estábulo, mas um comportamento respeitoso com os animais
  • nenhuma bio-indústria, mas uma agricultura biológica
  • nenhuma caça, mas mais natureza
  • nenhuma central eléctrica a carvão ou energia nuclear, mas energia realmente sustentável (como energia eólica e solar)
  • não construir ainda mais rodovias, mas um transporte público bom e ciclovias
  • menos imposto sobre o trabalho, mais imposto sobre as matérias primas
  • regulação onde necessário, livre escolha onde possível
  • agir fortemente para combater a mudança do clima e a perda da biodiversidade
  • dar ajuda às pessoas que fogem da fome, violência e perseguição

Impulsionador

O Partido para os Animais levanta questões importantes que outros partidos ignoram. Nós nos empenhamos nos valores realmente importantes: a compaixão, a sustentabilidade e um comportamento respeitoso com as pessoas e os animais. Em reação à nossa chegada na Câmara Baixa, os partidos estabelecidos começaram a dar muito mais atenção aos animais, à natureza e ao meio ambiente. E nós sublinhamos repetidamente que as crises atuais do clima, da alimentação, da economia, da energia, do bem-estar animal e da biodiversidade são inter-relacionadas e portanto só podem ser resolvidas em conjunto. Nosso apelo para reconhecer que o crescimento económico é o problema e não a solução está ressoando cada vez mais. Estamos decididos a continuar desempenhando nosso papel impulsionador e continuar alimentando a discussão política e social.

Instrumentos políticos

Nós usamos plenamente os meios disponíveis aos representantes do povo. Apresentamos moções, solicitamos debates e votamos sobre leis. Nós fazemos muitas perguntas parlamentares que o ministro relatado ao assunto é obrigado a responder. Desse modo pedimos atenção para questões que de outra maneira não constariam nas agendas e obrigamos o ministro a exprimir-se. Também escrevemos notas iniciativas sobre, por exemplo, o abate ritual sem anestesia e a abolição da caça como hobby.

Partido ativista

Nós também somos ativos fora dos institutos políticos. Assim nós agimos contra mega-estábulos, contra a venda da natureza, contra acordos comerciais internacionais como TTIP e CETA e a favor de uma política do clima mais forte. Em colaboração com nosso departamento científico NGPF criamos livros e filmes como One Single Planet, Méér! (Mais!), Meat the Truth e #Powerplant. E nós fortalecemos o movimento internacional de partidos para os animais e nosso planeta com a Animal Politics Foundation.

Organização juvenil

Em 2006 foi fundada a organização juvenil do partido, PINK! Os jovens lutam por um mundo melhor organizando ações e eventos, desenvolvendo currículos, escrevendo artigos e treinando jovens ativistas políticos.