Holanda quer colocar na mesa a caça ilegal no Japão


20 Fevereiro 2017

Sea Shepherd / Glenn Lockitch

Holanda quer levar a discussão a çaça baleeira japonesa ilegal e falar sobre o acordo de comércio entre a Europa e o Japão. O Sr. Koenders (Negócios Estrangeiros) prometeu 5a-feira em resposta às perguntas do Partido para os Animais. A Comissão Europeia, que negocia em nome da UE com o Japão sobre o tratado, se recusou até agora a exigir um fim à caça à baleia nas negociações.

O compromisso do Sr. Koenders veio dia 09 de fevereiro de 2017, em resposta aos pedidos da parlamentar Esther Ouwehand e MEP Anja Hazekamp, ​​durante o debate anual sobre o estado da União Europeia.

Desde 1986 há uma proibição internacional da caça comercial para salvar os animais da extinção. O Japão, no entanto, desrespeita esta proibição e persegue às baleias ostensivamente para a investigação científica. A Comissão Europeia defendeu anteriormente disse que faria um capítulo específico sobre caça à baleia no acordo de comércio. O Partido para os Animais, portanto, está feliz com o compromisso assumido pelo Sr. Koenders.

“A Holanda não concorda com a caça baleeira, isso é um bom começo. Além disso, é importante realmente exercer pressão onde pudermos. Bom que o Ministro Koenders também fara isso agora”, diz Ouwehand.

De acordo com o MEP Anja Hazekamp é importante deixar claro ao Japão que o caso da caça baleeira ilegais terão consequências nas relações comerciais com a Europa. Por iniciativa do Partido para os Animais tivemos uma maioria no Parlamento Europeu ano passado contra a caça às baleias no Japão.

“O Japão deve dexiar as baleias tranquilas e respeitar a proibição internacional da caça à baleia -. Iremos com compromisso holandês no bolso – mais uma vez exigir que a Comissão Europeia coloque a caça baleeira como pré-requisito para a próxima rodada de negociações sobre o TLC com o Japão,” disse Hazekamp.