Partido para os Animais apresenta inici­ativa de lei para proibir de fogos de artifício


11 Fevereiro 2020

Na semana passada o Partido para os Animais apresentou uma iniciativa de lei para proibir fogos de artifício para consumidores. A iniciativa de lei regulariza a proibição de todas as categorias mais pesadas de fogos de artifício. "Fogos de artifício para crianças" como as estrelinhas continuarão sendo permitidos. A lei pode contar com o apoio de diversas organizações sociais holandesas, como os Sindicatos Policiais, a Proteção das Aves e a Fundação Pulmonar.

Deputada do Partido para os Animais Esther Ouwehand.

"Já há anos que o Partido para os Animais lidera a oposição aos fogos de artifício para consumidores" disse a presidente do Partido para os Animais ao esclarecer sua iniciativa de lei. "Por muito tempo fomos quase os únicos, mas agora outros partidos políticos estão nos seguindo."

Fogos de artifício provocam medo e estresse em muitos animais e pessoas. Cada final de ano centenas de pessoas são feridas, geralmente por fogos de artifício legais. Mais ou menos a metade das vítimas são passantes ocasionais. Fogos de artifício contêm metais pesados e outras substâncias venenosas que poluem gravemente a terra, o ar e a água. Cada ano novo é preciso despejar cerca de três milhões de quilos de lixo extra. Ademais, todos estes prejuízos, incómodos e poluições custam muito dinheiro.

"Cada fim de ano, fogos de artifícios são atirados aos auxiliadores e causam cada vez mais vítimas. Só uma proibição pode parar isto. Ademais, diversos prefeitos enfatizam que uma proibição total seria mais fácil de manter. Por isto o Partido para os Animais apresentou uma iniciativa de lei," Ouwehand explica.

Diversas organizações sociais, como os Sindicatos Policiais, a Proteção das Aves, a Associação Pediátrica Holandesa, a Fundação Pulmonar e a Fundação Oftalmológica apoiam a iniciativa de lei e pleiteiam a favor de uma proibição total.

A iniciativa de lei regulariza a proibição da maioria dos fogos de artifícios para consumidores: de foguetes até fogos de artifício decorativos como fontes luminosas. Fogos de artifício mais simples como estrelinhas continuarão sendo permitidos. Também serão permitidos os espetáculos de fogos de artifício organizados centralmente pelas municipalidades, por exemplo.

Uma pesquisa recente mostra que a maioria dos holandeses são a favor da proibição dos fogos de artifício. Noutros países já há uma proibição. Na Irlanda, Grécia, Chipre, Romênia, Canada e Austrália do Norte a venda ao consumidor e também o uso pelo consumidor foram proibidos.

O que nós defendemos

Questões sociais

Organização relacionada